terça-feira, maio 27, 2008

1º Dia

Rio de Janeiro, 28 de fevereiro de 2008

Hoje, to começando meu pequeno diário de “bordo”, espero que dure mais do que 6 meses, e eu consiga fazer um longo progresso expressando um pouco mais daquilo que o Pai tem trazido pra mim.
Esses dias sozinha tem sido singulares, nunca pude aproveitar um tempo tão bom como essas 2 ultimas semanas (18/02), sei que Ele ta me guiando para um lugar profundo e calmo, aonde só a Sua presença é importante e nada mais!

Começando por abrir mão, a 2 semanas o Espírito Santo começou a gerar no meu coração que seria um tempo de abrir mão, e Ele me confirmou pela Palavra em Gênesis 12 e 13, quando Abrão se aparta da sua família, parentela e casa, mas leva Jó, então no cap. 13, Ló vai embora, e Abrão segue sozinho sua estrada, o caminho que Deus preparou a ele.

Como comecei hoje a escrever, vou tentar expressar o que aconteceu hoje, acordei de manhã com o meu coração um pouco agitado, e chateada não sei com quê (acho que foi porque eu ainda não tinha tomado café, rs), então, tomei meu café, vi um pouco de TV, e resolvi dar uma lida no livro do Martin: “ Semeando Sementes para o Avivamento”, ouvindo música claro,li um bom pedaço do livro que mexeu comigo de uma forma muito profunda trazendo confirmações da parte do alto sobre o que o Pai colocou na minha vida a um tempo. Então continuei por aqui, pela casa, almocei e quando eram 18hs, fui orar. Estamos fazendo um jejum + oração por 3 dias pela Igreja, por nós e pelo resto do Corpo, claro, e eu estava muito ansiosa querendo saber o que o Pai ia fazer nesses 3 dias e depois deles, mas enquanto eu fiquei agitada, Ele não pôde fazer nada, depois de 1 hora orando e tentando aquietar a minha alma nEle, finalmente o que estava em meu coração foi expresso de uma forma clara para o Senhor, não que Ele não conhecesse meu interior, mas eu, os céus, a terra e os demônios tinham que ouvir o meu clamor!!!!

Depois de um tempo, em oração, finalmente Ele veio de uma forma inesperada, eu já esperava no meu Espírito, apenas uma brisa suave, mas muitas vezes manipulamos a presença do Espírito Santo e não nos entregamos totalmente, desses momentos então de entrega e presença dEle, fluíram algumas canções: “ eu não tenho medo de me entregar, eu já abri o meu coração, do alto Ele veio... do alto Ele veio... um novo caminho,... uma estrada para eu andar,... há um nível maior em que Teu perdão é real..”
E por ai vai, é muito difícil realmente expressar com palavras aquilo que o Senhor ministra no nosso interior, só sei que sem entrega a Ele, tudo fica superficial, quanto mais nos entregamos, mais denso e profundo Ele se torna para nós.

Bárbara Cristina Sancho D’Almeida

3 comentários:

  1. "só sei que sem entrega a Ele, tudo fica superficial, quanto mais nos entregamos, mais denso e profundo Ele se torna para nós."

    e vale a pena!!!

    " vale a pena ser profeta
    vale a pena ser pastor
    vale a pena ser discipulo amigo Teu adorador
    Vale a pena ser Teu filho
    vale a pena te servir
    vale a apena ser fiel
    só assim eu sou feliz!"
    Só tem um caminho flor!! E Ele é estreito...Mas é tão bommm! Que suas expectativas estejam Nele! Autor e consumador delas!
    Linda!
    vc é inspiração pra mim!
    bjokasssssssssssss

    ps: amei seu post!

    ResponderExcluir
  2. quero estar nesse lugar mais profundo!

    ResponderExcluir
  3. Gostei demais do seu blog, Deus é lindo mesmo!!

    ResponderExcluir

Fale você...